Por definição, rejeito radioativo é todo e qualquer material ou objeto que contenha elementos radioativos acima dos limites de dispensa estabelecidos pela CNEN e para os quais não haja uso prático ou aproveitamento econômico comercialmente viável.

Transporte de Rejeitos Radioativos

Exemplos: Para-raios radioativos, detectores de fumaça, fontes radioativas em desuso, provenientes de indústrias, clínicas médicas, hospitais e centros de pesquisa são exemplos de Rejeitos Radioativos.

Transporte de Rejeitos Radioativos

Todo descarte de material radioativo deve observar requisitos contidos em norma especifica. A equipe Ambientis possui profissionais qualificados para assessorar o correto descarte, com encaminhamento a unidade da CNEN mais próxima de sua instalação, depois de formalizado o pedido para recebimento. Uma vez aprovado, o descarte deverá ser realizado seguindo as normas específicas para transporte de materiais radioativos e com o acompanhamento de profissionais qualificados.

Transporte de Rejeitos Radioativos

O armazenamento de rejeitos radioativos é, de acordo com a Lei 10.308/2001, uma atividade de responsabilidade legal exclusiva da CNEN, que atende às instalações que geram rejeitos radioativos e necessitam de destinação apropriada.